sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Lua sorrideira


 *google images

Tarefa bem feita
visao passageira
da lua altaneira
a brilhar

inteira no ceu
e cheia e cheia
de vento de frio
do mar

setembro se avisa
num leito de flor
no sono da rua
o amor

te canto nas letras
nos ritos, nos sonhos
nas sombras viagens
sem cor

te tornas meu astro
tao longe, tao perto
tao meu e tao outro
a partir

a lua clareia
na paz madrugueira
sorri meu menino
a dormir








Nenhum comentário:

Postar um comentário

verso bordado

Lá fora a luz do dia, baça. Tu me disseste qualquer desafeto, verso E foste embora sem adjetivo que se interpusesse. Eu, às...