Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

a canção do urubu

E um dia me vi
escutando o trabalho do urubu
ele fazendo seu serviço
para nenhum amigo
eu vendo nele
o meu traje
obsoleto
as minhas esperas
algo vãs
as cantilenas
arranjadas a cinco vozes
dormiam em bastidor
a internet é um mundo vistoso
para quem a sabe usar...
O urubu limpou toda a pradaria
ele vestia avental
e prendera o cabelo de penas
em lenço de bolinha
figura até que  graciosa
no seu chinelo voador
o urubu
da sacada onde eu escutava
seu serviço
o urubu me pareceu
cândido
então eu chorei
sequei as lágrimas
em uma pena parda
e lhe escrevi
esta canção

Últimas postagens

Minha esperança (de janeiro a janeiro) é Deus no céu

pelos sonhos presentes

preces renovadas

Dezembro de ouvir

contos atormentados de novembro e outros tempos

novembro musical

Nara, escutas antigas

chuvas de outubro

Nossa Senhora, todas elas

verso bordado