terça-feira, 4 de outubro de 2016

outubros avisos



Encadear, escandir, escrevinhar, escrutinar, encompridar o sopro além do ar
Trazer o verbo ao serviço
Contar grão, escolher, esfumar, enternecer-se por embalar
Eis o ofício
Entender, entardecer, às vezes até entristecer-se
Que é quase dissolver-se, viver em mausoléu, só
E tornar a mover-se, inventar, aproximar, combinar, arranjar, pairar
Num canto sob o tapete
Cada manhã exala seu quinhão, arado, lavra
Cada promessa de ir e vir pontifica o perseverar
Se tudo é ilusão, palavreado em uma carroceria
Tenho este pendão, de boia fria, catador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

novembro musical

Sem alarde O memorial dos olhos quentes da mãe Nenhuma culpa História Os encontros soprosos. Dava gosto! Como tecer um p...