sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Graça


*www.sen.pr.gov.br

É uma coisa linda essa vida.
Ela nos dá um aceno,
um sorriso
e o sorriso convida
ouça, ouça isso minha filha:
foram três manhãs de grandeza.
Um ilustre rapaz,
cuja vida terrena ainda não deslanchou,
apesar do seu grande potencial.
Um ilustre rapaz,
E suas mãos doces.
Graças, meu Deus.
Tocamos para um teatro cheio de anjos.
Todos vieram ouvir aquilo,
porque era tão singelo
tão da terra,
tão amoroso
e saia daqueles dedos
tanta luz, tanta...
E minha voz só pode calar
na mesma sintonia,
comungada, sobreposta
a uma porção de  cabelos a velar o rosto bonito e triste do rapaz...
Graças, meu Deus.
Graças.
A beleza existe.
A beleza existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ensaios

baú patrimônio  imemorial oxidação teus passos meus passos abstinência arco e chifre olhos plácidos camisa alva e p...