sábado, 12 de outubro de 2013

Sonho


* patricia melo -"Somente quando você bebe do rio do silêncio é que realmente canta. E quando alcança o topo da montanha é que começa a escalada. E quando a terra reclama seus membros, então você verdadeiramente dança." Atribuido a Khalil  Gibran

hoje eu te acarinhei e ninei em sonho
como quem embala um filho
tua cabeça calva mergulhou 
agradecida
entre meus seios
e eu acreditei 
que a raça humana 
tem guarida no coração de Deus
quantas mães fomos
quantos filhos acolhemos
a receita e não pensar nisso
só sentir a aspereza da tua barba
a me arranhar o pescoço...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

verso bordado

Lá fora a luz do dia, baça. Tu me disseste qualquer desafeto, verso E foste embora sem adjetivo que se interpusesse. Eu, às...