domingo, 2 de junho de 2013

Ha tempos

 
 *google images

Hoje tive a possibilidade de estar perto de quase cem vidas tenras. Jovens da oitava serie de uma escola publica. Safra bonita, menos protegida que a que visitei em marco no ITFPR , que a princesa a quem oriento em casa. Essa gente foi meu publico, tietou, brincou e tocou.
Ao falar sobre a dor e a delicia de ser musico, de um jeito embaracado, gaguejado, cuidando para nao evidenciar certa desesperanca, busquei um solo onde bastar sementes de trabalho, estudo, disciplina, criacao e poesia. E acima de tudo, quis dizer que a unica forma de criar nesta area e por amor. Sem esse amor nato, intrinseco ao espirito, da sua bagagem de tantas vidas, isenta de cargas cromossomicas, nada sera fertil. Tentei falar e fazer, entrando nas pequenas vidas com o respeito de quem ja sofreu aos quatorze anos, de quem morreu aos quatorze anos, qual fenix, para renascer aos quarenta e nove. Falei de palco sagrado, falei de Lado B, de fama, de front men, de conjunto instrumental, propus atencao a batidas de pe, mao na coxa, esfrega palma da mao, estala dedo, ribomba o peito, ate testa virou clic. Tao simples e ingenuo o exercicio que podia soar pobre. Quis o essencial da profusao em musica. E ao olhar aquelas carinhas com espinhas e suas orteses dentarias, quis tocar suas vozes, montar um coletivo de cem vozes juvenis. E nao era villalobiano meu afa, era carvalhiano.
Pensei em futuros, no que que sera delas, no que e possivel fazer para manter-lhes aceso o ideal, a que chamei "siricutico". Fiquei nostalgica. Uma tristeza poetica encheu meu peito de reservas e certamente novas modinhas e lundus e fados virao, para que eu supere a vergonha de cantar meus textos e sons, que ainda qualifico como egotistas.
Em tempo, tenho um grupo vocal que precisa de espaco para tocar. Se fizer sentido, poderiamos fazer um aparte nesse movimento agostino que voce mencionou. Obrigada.





 Livro: Elogio da diferençaTempo Perdido II: Livro de Leah

Nenhum comentário:

Postar um comentário

verso bordado

Lá fora a luz do dia, baça. Tu me disseste qualquer desafeto, verso E foste embora sem adjetivo que se interpusesse. Eu, às...