quarta-feira, 26 de junho de 2013

Duas tarefas de canto que podem ajudar a mais gente

1 - Cada cantante escolhe uma canção que sirva de ponto de partida para o re-conhecimento da própria voz. Que a canção possa revelar, de forma geral, a voz como um todo e alguma particularidade - algum bonito e também algum feio que ela possua.  Usa-se trechos das escolhas pessoais na construção do arranjo a ser executado em tempo real. Ao ouvir a pessoa cantando, interfiro com algum ostinato, ornamento ou frase que sustente e destaque o tema, para desenvolver a percepção, de estimular a escuta mais apurada de si, bem como afinar o sentido de canto em equipe.
2 - Antes, quero propor um primeiro momento na preparação em que, sobre um bordão e ostinatos, cada um cante seu nome, de  jeitos livres, quem sabe marcantes e criativos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

verso bordado

Lá fora a luz do dia, baça. Tu me disseste qualquer desafeto, verso E foste embora sem adjetivo que se interpusesse. Eu, às...