terça-feira, 21 de maio de 2013

No branco outonal de uma manhã de domigo

Foto*foto de Ari Almeida

Laringe mais ou menos em rampa.
Manhã bonita, doce,
espíritos serenos sussurravam nos espaços
senti-me útil
valente
 saudade das locuçoes no rádio,
de dizer poesia no rádio...





Nenhum comentário:

Postar um comentário

novembro musical

Sem alarde O memorial dos olhos quentes da mãe Nenhuma culpa História Os encontros soprosos. Dava gosto! Como tecer um p...