segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Som e sentido


  * google images

do i ching:

A diminuição não significa necessariamente algo mau. Aumento e diminuição vêm em seu tempo próprio. É necessário então adaptar-se às condições do momento, e não pretender encobrir a pobreza com uma aparência vazia. Quando uma época de escassos vem despertar uma verdade interna, não há motivo algum para que o homem se envergonhe pela simplicidade. Pois é justamente a simplicidade que então pode prover a força necessária a novos empreendimentos. Não é motivo para preocupação caso a beleza exterior de uma civilização, ou mesmo a elaboração das formalidades religiosas, tenham que sofrer em virtude da simplicidade. A força do conteúdo compensará a limitação da aparência. Deve-se recorrer à força interior para suprir a carência externa. Assim o poder do conteúdo compensará a simplicidade da forma. Diante de Deus não há sentido para uma aparência falsa. Os sentimentos do coração podem manifestar-se até mesmo com escassos recursos.


Outro dia vem sorrir, embacado de januarios a meio.
Outro momento outorgado, de mergulhar em ternos dedilhados
e humanas profericoes
belas horas de refletir
Limitrofe por natureza, opto pelo piso rustico e seco
que me permite permanecer em pe
Deus ajude a lucidez a prevalecer  
onde a emocao ameaca  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ensaios

baú patrimônio  imemorial oxidação teus passos meus passos abstinência arco e chifre olhos plácidos camisa alva e p...