sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Prece e florais

*anonymous art of revolution

Acordei para ver uma unica estrela no ceu, linda e radiosa.
O sol vinha potente mas suave. 5d50 da manha. Angelus.
Meu gato entao passou mal. Corriqueiro suponho, descrevi ao veterinario.
Depois de limpar tudo e cuidar de um breve desjejum, escrevi.
E pedi o floral do panico, para o gato e igualmente para mim.
Que e assim que me encontro, em panico.
Se eu passasse agora, nao seria um suave passar.
Pensei em dirigir uma prece direta ao Rei Solar
por conta da beleza sutil do dia
da calma resplendente
ate nesses urros que as minhas costas vem dando.
Cadence brave a todo vapor a direita.
Respeito pela ausencia terapeutica a esquerda.
Ha dias, meses, oro por companhia humana no lar.
Temo que os amigos espirituais nao tenham
conseguido interferir nos ultimos tempos,
em que me debato em surto. 
Porem acredito que as coisas ja estiveram mais densas
monstruosas.
Oro, portanto:
Amado Jesus, que Tua irradiacao quente
possa nos acalmar os transtornos mentais.
Faca-se, em Tuas tempestades,
o nosso vigor.
Faca-se, nos movimentos lunares que Tu presides,
a harmonia das estacoes.
O alinhamento de nossas fibras.
Acalma nossos telereceptores,
para que as percepcoes possam fluir
satisfatorias.
Auxilia-nos na aceitacao da consciencia.
Que e isso, devemos aceitar
que conhecemos os efeitos
e supomos as causas.
E que estamos dispostos a pagar tributo.
Que o aprendizado se de qualitativamente Mestre,
e se fixe em nossas bases
para que possamos ser repassadores da Luz.
Ilumina nossos pensamentos Querido,
e que no decurso deste dia
possamos tecer um unico ponto que seja
na malha da conjuncao mais ampla.
Que assim seja.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

formosa rosa

                                                                             * do jardim da Thais Formosa Rosa brasileira um ci...