sábado, 15 de dezembro de 2012

Prece


* descobrir portugal - Açores

Querido Santo Antonio:
quero Te pedir elucidação.
Vigor.
Possibilidade de dormir um sono justo.
Acordar, nesta planura de domingo
como alguém que vai à missa
à feira
ao florista
e volta para o frugal almoço
de passas
beirute
e quadradinhos de queijo
nada de apegos
Santo
nada de lágrimas
lamúrias
névoas cerebrais
Preciso da mais doce lucidez.
Que assim seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

novembro musical

Sem alarde O memorial dos olhos quentes da mãe Nenhuma culpa História Os encontros soprosos. Dava gosto! Como tecer um p...