sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

E o mar estava verde


Um verde musgo,
desmaiado
ondulado
calmo
silencioso.
Cheio de chuva
e compreensao.

Ofertei-te meu amor por rosa, Janaina.
Ofertei-te qualquer sentimento meu
que ousasse corromper
os caminhos que busquei em 2012.
Tu, o Rainha do Mar
Es capaz de transmutar
lagrima
em bem querer.

Dispus-me a amar
do amor cristico em 2012,
quantas vezes repetirei
tal maxima.
So Tu, Princesa de Aioca,
podes trazer-me paz.

Minha nudez imperfeita
diante das aguas
petroleo
do rio
eu as dei a Ti, Oxum
para que me laves
de mim
da minha dor.

Minha voz acida
enderecei a Ti, Oxaguiam
para que transmitas
meu diluvio
ao menino que vem
e que eu quero bem.

Duerme, negrito...






Nenhum comentário:

Postar um comentário

formosa rosa

                                                                             * do jardim da Thais Formosa Rosa brasileira um ci...