quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

E nasceu Dante

*post do facebook

Uma luta de imagens
cinco mulheres
cinco arquétipos
ou seriam insentos?
três criancas louras
todas três teus filhos
que tu tratavas de acocar
três meninas do brasil
eu cantaria...
das mulheres vinha o asco
por mim
a repulsa
o passafora desaforado
saia, nâo és bem vinda
neste espaço róseo
em que lutamos
pelo direito romano
de tomar para nós
um homem.
Eu busco a Justiça do Cristo,
desperta ou dormente
e justiça e direito
são diametralmente opostos
uma é a verdade, outro a mentira.
E eu esperava por ti,
com meu temperamento
vitimizado
e não te divisava
e torcia as mãos
e nada e nada e nada...
Quando cheguei à Terra,
depois de noite tumultuosa
a buscar-te
para que me faças um filho,
chorei.
Que isso já se torna
hábito.
E fui tratar de te preparar
os caldos
do dia.
E nasceu Dante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

novembro musical

Sem alarde O memorial dos olhos quentes da mãe Nenhuma culpa História Os encontros soprosos. Dava gosto! Como tecer um p...