sábado, 27 de outubro de 2012

Linha a meio


*Descobrir Portugal

Muitos desejos
contidos em comentarios
nostalgicos.
Revitalizar.
Fazer dela uma casa.
Contar as muitas na mesma situacao.
Ha um sentido astral nesse status.
Nao tenho sabedoria para entender.
Sinto minha caminhada
plena dessas marcas.
Nao cabe empreender esforcos.
Talvez seja mesmo
buscar a rodovia,
que deve correr ha quatro quilometros
a leste.
Abrir mao, seguir
nao olhar mais
nao lamentar.
Ou tornar-se eremita
e fazer dessa parada
o refugio de dormir
junto aos morcegos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

novembro musical

Sem alarde O memorial dos olhos quentes da mãe Nenhuma culpa História Os encontros soprosos. Dava gosto! Como tecer um p...