sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Uma gota de orvalho

 
 *google images e www.somostodosum

Stamera, linda Stamera... entra em minha vida, minha amada, e me completa. Preenche-me com teu perdão, limpando todos os remanescentes de minha intolerância por minhas próprias imperfeições. Stamera, abençoada, segura-me em teus braços de amor... És minha amiga e companheira, Stamera. És minha bem-aventurança.

Preciso dela tanto quanto preciso de ar.
Sinto-me tao desamparada em alguns momentos, que nao sei o que fazer de mim. Tao intolerante com minha ingenuidade em pedir amor. E tao estranho, e tao primario... preciso do Seu apoio, querido Anjo de luz. Preciso dar um novo rumo para tudo. Cheguei a exaustao. Querido Oasis do Universo, olhe por esta unidade. Olhe... que me venha o toque do Seu orvalho, semear de silencios o meu sono... para que eu compreenda...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ensaios

baú patrimônio  imemorial oxidação teus passos meus passos abstinência arco e chifre olhos plácidos camisa alva e p...