sábado, 28 de julho de 2012

15 pontos. Usar a cabeca para vencer.

*google images

Temos grandes dificuldades com as emocoes.
Assisto em tempo real ao jogo das mulheres lindas
do volei, meu Deus que abencoadas!
e me dou conta...
13 a 10 para o Brasil.  Quinto set. Um atimo de lucidez...
Vou afirmar que nos falta, aos brasileiros em geral, de qualquer casta,
a ginga entre equilibrio e desequilibrio emocional.
15 a 12. Tai breique. Ganhamos, dizemos. Felizes. Depois de muito sofrer.
Passivos diante da tela da pequena TV 14 polegadas.
Um jogo com sabor de final. 2horas e 9 minutos.
Contra a Turquia, se nao me engano, a primeira vez desse time numa Olimpiada.
Olimpiadas de Londres, a proposito.
Muitos interesses em jogo!
Aproveito essa deixa, agora que o set final fechou,
para aquecer minha motivacao na pesquisa que venho matutando.
A palavra que uso e percrustro e AFETO.
Porem, as palavras emocao e sentimento formarao uma triangulacao
que tem o furor desse final de partida na argumentacao.
E uma luta desesperada pela superacao,
o corpo responde, reage, corre, transpira, sente, pensa.
Se pensa o que quer, sente o que pode.
Se eu acrescentar as palavras sintonia e percepcao,
a pesquisa ganha milenios de desenvolvimento.
Muitas bibliotecas, de muitas eras,
serao necessarias para dar sustentacao a empreitada que pretendo.
Observar pessoas em relacao sera imperioso.
E o que venho fazendo, pele na pele,
com os grupos que formei.
Ganhar e ser feliz soa obsessao em 2012.
Se eu nao for vencedor, e feliz, nao sou nada...
Treina-se com grande esforco, durante longo tempo,
para obter concentracao
persistencia.
A paciencia, sentimento fundamental no processo,
oscila nas maos da elacao, da depressao.
Nao ha meio termo! Nao ha chance ao erro.
_ Eu fracassei, disse Diogo Hipolito, arrasado emocionalmente,
o corpo sem luz, sem tonus,
 pedindo perdao...
Ainda nao sei argumentar com propriedade sobre o tema.
O nome do teorico que dara norte ao meu discurso ainda nao me passou,
sinal de desiquilibrio emocional e falta de foco.
Muitas tabelas quimicas virao.
Muitos testes neurologicos virao.
Ataque, defesa e fuga serao municao de debates.
Fico pensando se sera a palavra agressividade a grande ancora e
solucao do raciocinio.
O que afirmo tem algo a ver com fibra moral.
Nos esportes, na arte, no cotidiano,
a constatacao e a mesma:
uma ameaca ao equilibrio emocional e quedamos inseguros,
prejudicamos milhares de horas de treinamento.
Machucamos o corpo. Somos obrigados a tratar a crise,
sentindo dores e a alma dilacerada.
Olhe bem a foto da bela mulher que ilustra essa cronica.
A raiva estampada na face. E esse sentimento
que permite a essa mulher amar.
Nesse momento fiz a primeira conexao.
Vou achar uma foto movel da jogadora,
para levar aonde for,
como simbolo do sopro que ha de me mover
no proximos meses.

Obrigada a voce, jogadora bonita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ensaios

baú patrimônio  imemorial oxidação teus passos meus passos abstinência arco e chifre olhos plácidos camisa alva e p...