terça-feira, 19 de junho de 2012

Vichi

lado direito britania mil e cem
lado esquerdo meu gatinho e passe bem
madrugada cedendo um novo dia
para cantar e espantar melancolia
nada de glosas em nuvens
com as barbas farfalhando penugens
sou devota de Sao Joao que esta dormindo
Sao Goncalo, Madalena e Sao Firmino
navarro dos cordeis, doce Lisboa
hora mesmo de cair em samba de gamboa
no quadriceps perco sempre o rebolado
cai o pote, finca a re de pe quebrado
vida besta de querelas e anunciacao
como fibrila o meu coracao
vichi que fiasco
entrar de cos em um compasso
e nao poder comparecer
e melhor eu esquecer
e assim que vou parar
que isso aqui ta de amargar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ensaios

baú patrimônio  imemorial oxidação teus passos meus passos abstinência arco e chifre olhos plácidos camisa alva e p...