terça-feira, 19 de junho de 2012

Futuro e bandeiras 3


* google images

Daqui a pouco participo de uma entrevista. A colega esta num pos-doutoramento, colhendo dados para sua pesquisa. Seu tema, dentre outros aspectos, afetividade em grupos musicais. Coincidencia? Nada, a carruagem anda... diferente da colega, que toma notas em franca invisibilidade marcante... e desenvolve no papel a tese, eu estou na lida, servindo como cobaia,
no pit stop
no grid de largada
nas coxias
nas baias
nas bandeiras
no front...
cantando...
com uma tendencia a fazer autocriticas acidas, a minimizar a  minha empreitada,  a me acusar de fuga, de falta de objetividade, senso pratico, cegueira...
O que posso dizer?...
o que e prioridade?
o que e util?
Meu coracao nem cabe no peito
amarfanhado
sensibilizado pelo meu chorinho agudo e mimado...
Enquanto isso, em off,  tento contatos com os guris de diferentes maneiras:
emails, facebook, mensagem telefonica... e nada nada nada.
Consegui um estudio para ensaio amanha cedo e preciso confirmar isso, e preciso pagar por isso!!!
E nada nada nada. Tenho certeza, nao e descaso de ninguem,  ou falta de motivacao, nada disso.
Talvez possa ser falta de foco de sintonia de interesse comum...mas eu estaria trabalhando com suposicoes e o unico fato concreto e nao ter noticias das pessoas... o que posso dizer?...
                                                                           *

Dr. Cleber falou sobre depressao ontem a noite.
Psicologo (sonhei com a minha, com o desejo de volta, de recuperar a suposta perda...), psiquiatra (tem o inibidor de adrenalina fazendo seus efeitos...), terapias (alternativas, ler a doutrina e uma delas, noergo como possibilidade, meditacao, canto...)...
Tristeza a maior parte do dia, todos os dias... relaxamento no vestir, no mover-se, no comer...
2030...

Vou espanar a tarde...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

formosa rosa

                                                                             * do jardim da Thais Formosa Rosa brasileira um ci...