quinta-feira, 14 de junho de 2012

Abertura não sei, 13 mil de duzentos e quarenta e nove?

Pergunto-me o que a música tem a oferecer.
Bem, responderia sem ares de acadêmico,
respiro e isso é música.
Eu sempre cantei, e nem sabia que cantar
era um dos mil braços da música
e que servia para divertir outras gentes
que cantar poderia significar chorar ou dançar
ou expressar-se, nas emoções quaisquereres.
Sempre fui atrás dos textos expressivos das canções
e os "ai eu te pego" nunca me fizeram verão
embora reconheça o valor tilim de um hit.
Se todos os poemas são de amor
e vivemos num pais a beira-mar
como quer o poeta
escolhi sempre os poemas canção.
De todas as variantes de canção,
que é cruel amontoar todas as formas de cantar
no conceito canção
(meu aluno gênio ainda não me mandou seu texto).
Assim iniciarei a aula com meus três grupos de canto
falando cantando sobre o que a música nos tem a oferecer.
Música profissão músico.
Música profissão professor de música, que não toca um instrumento musical
nem canta, ou tem pudores em fazê-lo
e se arvora em poeta
a falar de estéticas
e de materiais musicais históricos
arqueológicos
escolhi dez textos, letras de "canção" e poemas
falando de canção, de mar, de infância e de amor
vamos ver em que poesia isso vai aportar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

novembro musical

Sem alarde O memorial dos olhos quentes da mãe Nenhuma culpa História Os encontros soprosos. Dava gosto! Como tecer um p...