quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

sobre workshops de canto

Normalmente escolhemos um professor na vida. E nos colocamos sob sua orientação. Como todos os relacionamentos, pode ser uma parceria empreendedora ou um fiasco. Eu vivi a segunda proposição. Hoje trabalho com a Dona Sira da Silva. Funciona muito bem, muito bem mesmo mas eu já havia sido iniciada...
Sem mais rodeios, para encontrar o professor de canto, é preciso conhecer muita gente. Vá desarmado para este Colombara, ouça o que tem a dizer, como ele canta. Os cantores liricos, em geral, respeitam a uma escola, quer seja a italiana, a alemã, a francesa. O boom atual é o estilo norte americano de cantar, o que da forma aos musicais. Importante MESMO é praticar, encontrar o jeito da propria voz. E montar um repertório, não adianta ter voz bonita sem repertório.
Espero ter sido util.

Ajudou bastante! Eu não imaginava que você ainda fazia aulas de canto, fiquei surpreso.
Já faz algum tempo que eu tento me aprofundar mais no canto e essa até era uma das minhas propostas para esse ano. Mas o canto é como a musculação, não é? Precisa de trabalho constante para começar a enxergar os resultados e eu ainda não sei se terei esse tempo e essa disposição para me dedicar.
Isso que você colocou por último, de encontrar o jeito da própria voz, é o que eu tenho buscado ultimamente. Estou prestando mais atenção nos cantores de que gosto (tanto de timbre quanto de estilo), para "balizar" a minha voz. Mas acho que isso é um trabalho longo, meio como a nossa personalidade, que só moldamos ao longo dos anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ensaios

baú patrimônio  imemorial oxidação teus passos meus passos abstinência arco e chifre olhos plácidos camisa alva e p...