terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

queridos

* foto de Vina Lacerda
Logo encontro minha veia e me concentro nas coisas que realmente passaram pelo corpo nos ultimos dias. Emoçoes rasas, emoçoes sublimes e um desejo genuino de sublimaçao. A natureza no Chile, no Sul do Chile, é vulcanica. O solo vibra o tempo todo. Explode em microfagulhas magmáticas o tempo todo. Se pode tomar uma condução e escolher: a base do Osorno, 1000 metros acima, 1763 metros acima pelo teleferico (que estava em manutençao) e, se caminhar for viável, é possivel escalar mais. Os alpinistas devem amar tal espetáculo. É um espetaculo natural. Fiz o trajeto de camionete dessa vez. Rali que o chileno comemorou comigo com muita brandura, achando-me no minimo um alienigena, fora de seu lago de origem.  Há muitas memórias que gostaria de partilhar aqui. Especialmente as que remetem ao processo criativo, melhor ainda, as de construçao do objeto de arte. No meu caso, cantar. Em um grupo. Como parte do todo. Dividindo a expressão artistica, portanto. Sem poder analisar o processo a partir de meu umbigo. E é isso que torna o tema mais provocador.
Estamos na Crosta, queridos. A via de viver é o corpo físico, apesar de sua consistencia muitas vezes ser percebida como grosseira e pesada. É só através do corpo, das vivencias que se agarra com as mãos que obtemos algo viável. E então nasce a história. A mente, sozinha, torna-se um grande algoz. Sem parceria entre corpo e mente, não é possivel consumar a vida, sequer sentir o aroma de outro corpo, ou o gosto de um beijo.
Atenção portanto, queridos, para o objetivo de suas ações, para a utilidade de suas ações. E para que o resultado final seja servir. Trabalhar em prol. Conquistando parceiros, não desafetos.
Tenho muito ainda o que dizer. Preciso por os pés no chão e abraçar a realidade, cada vez mais amiga.

Carinho especial para Adriano, cujo vibrato é inspirador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

verso bordado

Lá fora a luz do dia, baça. Tu me disseste qualquer desafeto, verso E foste embora sem adjetivo que se interpusesse. Eu, às...